terça-feira, 19 de março de 2019

Rapaz é preso e confessa ter matado jovem por causa de R$ 50 em notas falsas na Serra


Um valor total de R$ 50 em notas falsas pode ter sido o motivo do assassinato de um adolescente, ocorrido na semana passada, no bairro Nova Carapina II, na Serra. O suspeito de cometer o crime foi preso ontem, no mesmo bairro.
De acordo com o delegado responsável pelo caso, Ramiro Diniz, contra o suspeito Janderson Bento Nascimento, o “Playboy”, 20 anos, havia um mandado de prisão temporária pelo homicídio de Kayqui Ferreira Silva, 16 anos. A prisão foi realizada pela Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Serra.
A motivação do crime, de acordo com a polícia, seria o fato da vítima ter passado as notas falsas em um boca de fumo do bairro. O suspeito foi preso em casa. No quarto de Janderson os policiais apreenderam 22 pinos de cocaína, dois simulacros de arma de fogo e uma touca ninja.
Além do homicídio, ele também será indiciado pelo crime de tráfico de drogas. Na delegacia Janderson confessou o crime. Na sequência, foi encaminhado ao Centro de Triagem de Viana (CTV).

segunda-feira, 18 de março de 2019

Munições e cartuchos são apreendidos em Fundão

Durante patrulhamento no Bairro Orly Ramos, em Fundão, no último sábado, a equipe da Força Tática avistou um veículo parado em uma rua, com um indivíduo a bordo do mesmo. Foi realizada a abordagem e verificado que o indivíduo se tratava do nacional W.S.C., 35 anos. Após buscas no interior do veículo, foi encontrado duas munições, sendo uma picotada e outra intacta de calibre .380. e alguns cartuchos vazios. Ato contínuo, os militares deslocaram a residência do abordado e após buscas, encontraram uma munição Calibre .762 intacta, três cartuchos vazios calibre 20, três cartuchos vazios calibre 12 e uma cápsula calibre .40.

Polícia apreende Drogas e plantação de maconha em Fundão

No sábado, durante Patrulhamento em Fundão, os militares receberam informações de que alguns indivíduos estariam realizando intenso tráfico de drogas no bairro Campestre II. Os policiais prosseguiram à localidade supracitada para averiguar os fatos. Durante o deslocamento, foi abordado um cidadão identificado como W.B., 25 anos, morador do bairro. O mesmo foi submetido à busca pessoal e com ele foi encontrado 01 bucha de maconha. Diante do exposto, a equipe deslocou à residência do abordado, o qual autorizou a entrada e buscas no interior do imóvel. Durante a revista, foi localizado um tablete grande de maconha pesando aproximadamente 224 gramas, além de 01 balança de precisão, 09 buchas de maconha, além de uma planta grande Maconha. Ato contínuo, a guarnição recebeu informações de que em outra casa, na mesma rua, também havia indivíduos
realizando tráfico de entorpecentes. Os militares foram à casa mencionada e, ao se aproximarem, visualizaram 03 indivíduos que, ao perceberem a presença da Polícia, evadiram-se para o interior da residência, sendo contidos. Após buscas no interior da casa, foi localizado 01 pino e 01 papelote de cocaína, além de 01 bucha maconha e a quantia de R$10,00 em espécie. O nacional D.C.S., 20 anos assumiu a propriedade do material.

Arma e dinheiro são apreendidos pela PM no bairro Portelinha, em Aracruz

Na sexta-feira, durante patrulhamento no bairro Portelinha, em Aracruz, a equipe da Força Tática avistou dois indivíduos em atitude suspeita em frente a uma residência. Ao perceberem a presença da guarnição, os indivíduos, posteriormente identificados como B.R.S., 17 anos e M.E.S.T.S., 16 anos, empreenderam fuga e adentraram ao quintal da referida residência. No entanto, a equipe conseguiu contê-los e realizaram abordagem e busca pessoal. Durante a abordagem, o nacional B.R.S., informou ser morador da residência e autorizou a entrada dos policiais no local. Foram realizadas buscas no interior da residência e localizado um Revólver Calibre .22 com 07 munições de mesmo calibre, além de uma quantia em dinheiro de R$630,00.

Risco de rompimento de barragem provoca a remoção de 28 famílias em Linhares


Vinte e oito famílias de Linhares, no Norte do Estado, que moram às margens da Avenida Beira-Rio, serão retiradas temporariamente de suas casas. A medida de preocupação será adotada diante do risco de rompimento de uma barragem, construída para proteger a Lagoa Juparanã da passagem de rejeito pelo Rio Doce, em 2015.
As famílias foram comunicadas, orientadas e serão acolhidas em moradias provisórias. As informações são da Fundação Renova, que irá remover as famílias em conjunto com a Defesa Civil.
Segundo a fundação, as famílias terão que deixar o local onde moram em até três dias úteis. Caso se recusem a sair de suas casas os moradores serão retirados a força pela Polícia Militar.
O estudo sobre a segurança da barragem do Rio Pequeno foi encomendado pelo Ministério Público Estadual (MPES) que não se manifestou sobre o caso.
De acordo com o que foi apresentado aos moradores durante a reunião, caso haja o rompimento do barramento, uma onda de até cinco metros pode se formar e, em menos de cinco minutos, já chegaria ao Rio Doce, causando enormes estragos por onde passar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...